Em 1886, em Chicago, EUA, os operários norte-americanos, cansados da super-exploração que sofriam e dos baixos salários, amotinaram-se nas ruas daquela cidade, travando uma batalha campal com a polícia, na luta pela redução da jornada de trabalho. A repressão contra as manifestações dos trabalhadores nos EUA foi feroz: vários trabalhadores foram assassinados e dezenas, feridos. A Justiça, a serviço dos patrões, condenou quatro líderes da grande rebelião à morte e outros quatro à prisão.Continue lendo

Nota do PCR sobre a prisão indiscriminada de militantes de movimentos sociais, em especial do MST, em São Paulo.
Uma verdadeira onda de perseguições e prisões contra integrantes do MST foi desencadeada com o intuito de intimidar os movimentos sociais.Continue lendo